A Did Tica Na Forma O De Professores Uma An Lise A-Books Pdf

A DID TICA NA FORMA O DE PROFESSORES UMA AN LISE A
02 Aug 2020 | 1 views | 0 downloads | 12 Pages | 356.98 KB

Share Pdf : A Did Tica Na Forma O De Professores Uma An Lise A

Download and Preview : A Did Tica Na Forma O De Professores Uma An Lise A


Report CopyRight/DMCA Form For : A Did Tica Na Forma O De Professores Uma An Lise A



Transcription

Fortaleza O Manifesto organizado no evento expressa a defesa contra supress o ou dilui o. da Did tica em outros componentes curriculares e a favor da perman ncia reinven o e. fortalecimento da Did tica na forma o de futuros professores para a educa o b sica Isto. por compreenderem que esta disciplina tem um papel fundante na media o entre a forma o. espec fica e a forma o pedag gica dos licenciandos na reflex o cr tica e na reinven o do. ensino Foi destacada sua centralidade na din mica curricular e no fortalecimento das. licenciaturas, A Did tica tem uma contribui o na forma o reflexiva do professor e se constitui em. um campo de conhecimento imprescind vel na forma o de professores e no exerc cio. docente Em rela o ao tratamento das tem ticas abordadas pela disciplina Candau 2009. aponta que a Did tica passa atualmente por um momento de dispers o e diversifica o nas. tem ticas e isso tem influenciado os modos de interpretar o que ensinar e aprender na. forma o do professor Isso ocorre no entendimento da concep o de educa o e curr culo. quanto ao papel do professor quanto ao sentido do planejamento de ensino dos m todos e. objetivos e outras tem ticas tratadas no mbito dos manuais. H uma fertilidade de pesquisas que circulam no meio acad mico e que tratam das. mais variadas tem ticas dentre essas a situa o da disciplina nos cursos de Pedagogia A esse. respeito foi afirmado por Lib neo 2012 p 35 que, A produ o bibliogr fica em Did tica tem sido prof cua abrangendo quest es. te ricas e epistemol gicas quest es do exerc cio docente Did tica das disciplinas. as pr ticas de ensino a articula o entre a Did tica e a pesquisa no mbito cultural a. rela o teoria e pr tica na forma o inicial e continuada o est gio profissional. Portanto parte se da problem tica que aponta para as tens es existentes entre o campo. de produ o cient fica e a produ o do conhecimento escolar No que se refere disciplina de. Did tica procurou se verificar At que ponto esses manuais foram afetados pelas. transforma es ocorridas nos debates acad micos O que os manuais podem evidenciar sobre. a constitui o da disciplina de Did tica Geral nas ltimas d cadas. Desse modo buscou se analisar a trajet ria da Did tica como disciplina escolar nas. ultimas tr s d cadas a partir da an lise de manuais que na pesquisa s o considerados. elementos vis veis e podem ser interpretados como express es do c digo disciplinar da. Did tica Geral CUESTA FERNANDEZ 1998 Parte se do reconhecimento que os. conhecimentos contidos nesses livros t m ao longo dos anos influenciado o ensino sugerindo. regras e normas legitimando conte dos ideais e discursos nas disciplinas e curr culos no. mbito da Pedagogia e de outras licenciaturas, S o considerados manuais de Did tica os livros escritos e voltados especificamente. para ensinar professores a ensinar Esses manuais v m sendo utilizados por professores. formadores e por professores que est o em processo de forma o inicial e continuada Tem. como caracter stica as tem ticas cl ssicas da Did tica que tratam de quest es relacionadas. doc ncia ao ensino e aprendizagem, Os manuais tratam de tem ticas como objetivos da educa o da escola e da Did tica. planejamento do ensino e seus elementos elabora o de objetivos rela o professor aluno. avalia o dentre outros temas novos que v o surgindo como relevantes em cada per odo. Apesar dos diferentes referenciais abordagens e encaminhamentos metodol gicos esses. livros t m em comum a preocupa o com o ensino e as pr ticas e tem como destinat rio o. professor que ir atuar ou j atua em sala de aula, 2 Manuais did ticos para forma o de professores materiais importantes na.
compreens o da trajet ria da Did tica como disciplina escolar. Os manuais did ticos voltados ao como ensinar assumem um papel importante na. forma o de professores e na orienta o de concep es e ideias pedag gicas na difus o de. antigos e novos m todos de ensino e como orientador das pr ticas influenciando e definindo. prioridades no que se refere ao que importante ou n o ensinar em cada per odo. Pode se afirmar que os manuais de Did tica Geral destacaram se na trajet ria da. Did tica medida que contribu ram para a organiza o dessa disciplina e tamb m se. organizaram a partir dela No entanto apesar da import ncia de tais livros verificou se que as. pesquisas sobre manuais did ticos voltados a forma o de professores no mbito da Did tica. Geral s o poucas o que indica a relev ncia do estudo Dentre as an lises existentes a maioria. est voltada a forma o nos cursos normais nas quais se destacam as pesquisas de Silva. No que se refere s pesquisas que tratam dos manuais destinados a forma o de. professores e sua rela o com o conceito de c digo disciplinar podem ser apontados estudos. no mbito da Hist ria da Educa o e das did ticas espec ficas As pesquisas de Schmidt. 2006 2010 2011 ajudam no entendimento sobre as contribui es do conceito de c digo. disciplinar e sobre a constitui o das disciplinas escolares. Considera se que a Did tica uma disciplina que produzida no mbito de um campo. cient fico onde se produzem e circulam conhecimentos Assim a partir da produ o no campo. cient fico poss vel revelar caracter sticas que marcaram formas de pensar o ensino e a. aprendizagem em Did tica compreendendo se mudan as no entendimento sobre o seu. significado na forma o de professores e as transforma es que essa disciplina vem sofrendo. ao longo dos anos, N o se pode negar como j foi afirmado por Castro 1991 que h uma confus o. entre a disciplina e o que se conhece a respeito do seu campo n o podendo ser confundido o. conte do da disciplina com o conte do do seu campo de conhecimento ou seja quando se. trata na disciplina quest es espec ficas sobre o campo cient fico da Did tica. Na tentativa de revelar as tens es entre o campo de produ o cient fica e a produ o. do conhecimento escolar no que se refere a essa disciplina atentou se aos conte dos. veiculados em livros e artigos cient ficos e os conte dos veiculados pelos manuais. considerando se que esses livros constituem se em materiais de apoio que podem estar sendo. utilizados em cursos de forma o docente Procurou se verificar se os manuais voltados a. forma o do professor tiveram suas tem ticas afetadas pelos debates educacionais nesses. ltimos anos e apontar as caracter sticas sobre a constitui o da disciplina de Did tica Geral. 3 A pesquisa emp rica a an lise dos manuais de Did tica Geral. Iniciou se a partir de 2011 uma pesquisa emp rica sobre a tem tica em bibliotecas e. internet para a identifica o sele o e categoriza o de manuais de Did tica Geral publicados. nessas ltimas tr s d cadas Definiu se como demarca o temporal o per odo de 1980 a 2013. por ser esse um per odo de expans o das pesquisas no campo cient fico da Did tica. A an lise iniciou com um estudo explorat rio realizado em bases virtuais para. localizar os manuais e artigos que tratam sobre a tem tica Nessa etapa foram localizadas a. Livros sobre a Did tica como disciplina ou campo de conhecimento b Manuais de Did tica. que t m como objetivo ensinar professores a ensinar c Artigos sobre o campo de. conhecimento da Did tica d Artigos sobre a disciplina de Did tica e Artigos sobre Manuais. de Did tica, Nessa etapa foi poss vel separar duas categorias de manuais publicados a partir de. 1980 os manuais de Did tica que se destinam a ensinar a ensinar e os manuais sobre. Did tica que embora possam ser considerados como obras que contribuem para a forma o. de professores destinam se a veicular resultado de pesquisas no mbito do campo de. conhecimento, Os manuais de Did tica foram escolhidos para an lise pelo fato de que esses livros. cumprem um papel na forma o do professor pois s o utilizados como materiais de leitura. b sica e complementar como indicam as ementas de cursos pelas sucessivas reimpress es de. alguns desses manuais e por se constitu rem em indica o de leitura em concursos p blicos. para professores, Durante a pesquisa foram localizadas 48 obras dessas 18 manuais especificamente. voltados a ensinar professores a ensinar e 30 livros que tratam sobre a Did tica e que tratava. de quest es diversas sobre o campo de conhecimento objeto papel da disciplina etc. Terminada essa etapa de sele o das obras iniciou se a an lise flutuante das 18 obras. voltadas especificamente ao ensino Dessas obras foram selecionados 9 manuais de Did tica. sendo 3 de cada d cada um publicado no in cio um no meio e um no final da d cada. Quadro 1 Manuais de Did tica Geral analisados, MANUAL T TULO AUTOR ANO EDITORA.
Manual 1 Did tica Geral Claudino Piletti 1982 TICA. Manual 2 Did tica Geral Fundamentos Jos do Prado Martins 1985 ATLAS. Planejamento Metodologia e, Manual 3 Did tica te rica Did tica pratica Pura Lucia O Martins 1989 LOYOLA. Manual 4 Did tica Jose Lib neo 1992 CORTEZ, Manual 5 Curso de Did tica Geral Regina C lia C Haydt 1994 TICO. Manual 6 Did tica Geral um olhar para o Maria Raineldes Tosi 1996 ALINEA. Manual 7 Ensinar a Ensinar Did tica para a Am lia D de Castro 2001 THOMPSON. escola Fundamental e M dia Ana Maria P Carvalho PIONEIRA. Manual 8 Li es de Did tica Ilma Passos A Veiga 2006 PAPIRUS. Manual 9 Did tica e doc ncia aprendendo a Isabel Maria S de Farias 2009 LIBER. profiss o org LIVROS, Escolhidos os manuais optou se pela an lise de conte do a partir de Franco 2005 e. Bardin 2009 cuja pr an lise foi realizada a partir de uma leitura flutuante que definiu as. seguintes categorias de an lise, a O conceito de Did tica apresentado expl cita ou implicitamente nos manuais. b As tem ticas abordadas nos manuais, c As atividades de ensino propostas para orientar a aprendizagem dos alunos.
A an lise desses materiais permitiu evidenciar os conceitos de Did tica veiculados. pelos manuais os temas propostos para o ensino da disciplina e a forma como foram tratados. em diferentes abordagens a presen a ou aus ncia de atividades que foram produzidas para. ensinar Did tica, Essa etapa teve como objetivo revelar como as discuss es do campo de conhecimento. no per odo estudado foram estabelecendo algumas condi es para a disciplina entendendo. que os manuais s o representativos da sua trajet ria e constituem se em material emp rico. privilegiado para entender essa rela o Buscou se tamb m relacionar a produ o dos. manuais organiza o curricular que definiu aspectos constitutivos da educa o no Brasil a. partir da d cada de 1980, As categorias definidas possibilitaram evidenciar a partir da an lise dos manuais os. elementos constituintes e as finalidades da disciplina de Did tica no per odo de 1980 a 2010. ou seja seu c digo disciplinar mostrando a rela o da disciplina com a forma o de. professores no pa s, 4 Configura es da disciplina de Did tica Geral nas ltimas tr s d cadas resultados da. N o se poderia deixar de mencionar como j apontado por Andr 2008 a. preocupa o no que se refere ao lugar que tem ocupado a Did tica nas pesquisas. educacionais Lamentavelmente o ensino da Did tica que era um forte objeto de estudo nos. primeiros tempos do GT Grupo de Trabalho desapareceu das pesquisas ANDR 2008 p. 499 No entanto por outro lado h tamb m a afirma o de que a Did tica ainda est em. quest o FRANCO FUSARI 2010 exigindo o debate das quest es espec ficas que. incluem discuss es sobre o lugar que essa disciplina tem ocupado nas pesquisas e curr culos. dos cursos de forma o de professores, Tendo em vista a complexidade de elementos e caracter sticas envolvidos na sua. trajet ria tem sido revelado em pesquisas como a de Gatti et al 2008 a exist ncia de. controv rsias quanto a finalidade e objeto da Did tica como disciplina escolar e quanto a sua. desvaloriza o e diminui o na carga hor ria em rela o s Did ticas espec ficas. A preocupa o ainda maior quando se verifica al m da fragmenta o da identidade. em rela o ao papel e objetivo da disciplina uma poss vel substitui o nos cursos de. forma o de professores como afirmado por Martins e Romanowski 2010. Isso ocorre de acordo com Pacheco e Oliveira 2013 dentre outras raz es pela. proximidade e converg ncia com outros campos e disciplinas como por exemplo a disciplina. de Curr culo assim como envolve luta de poder entre os campos e correla o de for as entre. docentes e departamentos, Ao partir dessas afirma es a an lise expressa os estudos feitos com rela o Did tica.
enquanto campo de conhecimento e enquanto disciplina escolar a partir da leitura e an lise. dos artigos e livros localizados no estudo explorat rio A pesquisa aponta o surgimento do. campo cient fico os problemas na configura o do objeto e as diferentes nfases e. abordagens que tem se sucedido no mbito desse campo voltadas ora ao m todo ora ao. sujeito ora ao ensino ora a aprendizagem, Parte se do reconhecimento que a Did tica ao se constituir a partir de um. conhecimento espec fico pode ser analisada a partir dos elementos que a tornam visivelmente. uma disciplina e que de acordo com Cuesta Fernandez 1998 s o as leis as normas os. programas escritos e os manuais did ticos, O manual did tico se articula com a defini o organiza o metodologia e avalia o. dos conte dos curriculares assumindo um papel determinante na organiza o did tico. pedag gica da escola Como instrumento privilegiado os manuais t m contribuindo para. veicular os conhecimentos considerados necess rios forma o docente e a organiza o. Did tica da escola em cada per odo, Sendo assim confirmou se a partir da an lise dos manuais que o ensino continua. sendo o objeto da disciplina nessas tr s d cadas Verificou se que a nfase na aprendizagem. 1 A DID TICA NA FORMA O DE PROFESSORES UMA AN LISE A PARTIR DOS MANUAIS DE DID TICA GERAL L ia De Cassia Fernandes Hegeto Resumo Apresenta resultados da pesquisa que analisa a Did tica como disciplina escolar tomando

Related Books

Mental Health Policy and Service Guidance Package ADVOCACY

Mental Health Policy and Service Guidance Package ADVOCACY

Mental Health Policy and Service Guidance Package Advocacy is an important means of raising awareness on mental health issues and ensuring that mental health is on the national agenda of governments Advocacy can lead to improvements in policy legislation and service development

Agilent Oligonucleotide Array Based CGH for Genomic DNA

Agilent Oligonucleotide Array Based CGH for Genomic DNA

Agilent Oligonucleotide Array Based CGH for Genomic DNA Analysis Bravo Automated Liquid Handling Platform with Enzymatic and ULS Labeling Protocol Version 2 3 August 2015 For Research Use Only Not for use in diagnostic procedures

MEMORANDUM FOR SUPPLY PROCESS REVIEW COMMITTEE PRC MEMBERS

MEMORANDUM FOR SUPPLY PROCESS REVIEW COMMITTEE PRC MEMBERS

MEMORANDUM FOR SUPPLY PROCESS REVIEW COMMITTEE PRC MEMBERS SUBJECT Approved Defense Logistics Management System DLMS Change ADC 1040 Migrate Inter Service Ammunition Serial Number and Lot Number Transactions NA VSUP P 724 Document Identifier Code DIC BG 1 BG2 to DLMS 945A Materiel Release Advice The attached approved change to Defense Logistics Manual DLM 4000 25 Defense

NEW HOLLAND AG DEALERS WITH MRT AGREEMENT PowerStar 75

NEW HOLLAND AG DEALERS WITH MRT AGREEMENT PowerStar 75

NEW HOLLAND BRAND PRODUCTS U S NO 19 62A NEW HOLLAND AG DEALERS WITH MRT AGREEMENT SUBJECT POWERSTAR SERIES PRICE amp DATA PAGES EFFECTIVE 12 09 2019 The agricultural industry is constantly evolving to meet the world s shifting needs Here at New Holland we re focused on matching pace with those changes to help you get the job done

IN COMMERCIAL HAY PRODUCTION PRECISION LAND MANAGEMENT PLM

IN COMMERCIAL HAY PRODUCTION PRECISION LAND MANAGEMENT PLM

IN COMMERCIAL HAY PRODUCTION success is dependent on speed efficiency and precision from both you and your equipment especially with large acres of field crops to harvest and animals to feed At New Holland we engineer and supply the innovative equipment with technology that saves you time and money as you produce the highest quality hay and forage Our goal Make every bale the best it

The farming specialist with a wide CNH Industrial

The farming specialist with a wide CNH Industrial

The farming specialist with a wide agricultural equipment offering and a global presence customer proximity through a strong dealer network and industry leading solutions for profitable and sustainable agriculture 2 3 DEDICATED UNCOMPROMISED SMART For New Holland the year 2015 marks 120 years of innovations Since 1895 New Holland has been committed to providing SMART solutions that

NEW HOLLAND T7OOO Auto Command TractorsNEW HOLLAND T7OOO

NEW HOLLAND T7OOO Auto Command TractorsNEW HOLLAND T7OOO

same ergonomic design as the proven CommandGrip handle used in New Holland FR forage harvesters A key advantage of the design is that it enables a range of tasks to be completed together This can include adjusting the tractor s speed raising the linkage operating the remote valves or activating automated functions 89AUTO COMMAND

ORphEUS AND EURyDICE WordPress com

ORphEUS AND EURyDICE WordPress com

ORphEUS AND EURyDICE ADAPTED FROM GLUCK S ORFEO ED EURIDICE AND s Princess Ida at GSU s Opera Theatre With Tennessee Technological University Orchestra she has had solo roles in Mozarts oronation Mass in Shuberts Mass in G and Vivaldis Gloria Ms Lee has degrees in Vocal Performance from Tennessee Technological University BM and Bowling Green State University MM Laura Reaper

Neighborhood House Charter School Open a Book

Neighborhood House Charter School Open a Book

Neighborhood House Charter School Open a Book OPEN A BOOK FOLKS TALES MYTHS AND FAIRY TALES written and performed by THE FOURTH GRADE NEIGHBORHOOD HOUSE CHARTER SCHOOL S PRING 2013 About Classroom Cantatas These two cantatas were written and performed by the Neighborhood House Charter Schools 4th Grade classes as part of Classroom Cantatas an educational program of

Music Resume Guide University of Puget Sound

Music Resume Guide University of Puget Sound

Music Resume Guide Created by the University of Puget Sound School of Music and Career and Employment Services To Music Majors Congratulations on taking the very important step of writing and developing your resume The purpose of this notebook is to offer you sample resumes that in one respect are generic but in another and significant way are not they are based on actual resumes of

RUDDIGORE Gilbert and Sullivan

RUDDIGORE Gilbert and Sullivan

Ruddigore had been significantly revised by Gilbert and Sullivan during the early days of its original run dialogue was pruned the second verses of a couple of songs were cut a new song was provided for Robin in Act II the chorus of Bucks and Blades were brought on to provide partners for the Bridesmaids at the end of the opera instead of the chorus of Ancestors who originally had